newsletter

Receba gratuitamente e em 1ª mão as notícias do aftermarket automóvel! 



Diferenças ‘espantosas’ entre pneus de qualidade e pneus de baixo custo

7 Maio 2009

Trabalho da revista Inglesa ‘Autocar’.

Na edição deste mês da 'Autocar', peritos testaram cinco pneus diferentes, utilizando o ContiPremiumContact 2 como pneu de referência. Os testes referem problemas relacionados com a segurança dos pneus importados, principalmente na condução em piso molhado, mas também em termos de distâncias de travagem em piso seco, sendo claramente piores que o pneu Europeu. Testes a alta velocidade mostraram ainda outros problemas, sendo que, quatro em cinco dos pneus importados, não conseguiram ultrapassar os testes.

A equipa de testes da revista Inglesa comparou cinco pneus budget fabricados pelos Asiáticos Wanli, Nankang, Wanli, GT, Linglong e Triangle com os ContiPremiumContact 2, o pneu Continental para veículos familiares compactos e tamanho médio. Descobriram riscos enormes na segurança: a 50 km/h em piso molhado, as distâncias de travagem tinham uma diferença até 8,5 metros; a estabilidade ao curvar em piso molhado também apresentava uma diferença grande ao nível da segurança. O carro de teste percorreu a pista de testes molhada, com pneus Continental, dez por cento mais depressa e com um comportamento claramente melhor do que o pior dos pneus asiáticos, cujo desempenho mostrou ser muito fraco. Os pneus importados demonstraram falta de aderência, especialmente quando eram necessários movimentos rápidos na direcção a curvar. Em voltas feitas em circuito molhado, o teste máximo de aderência ao curvar, o pior desempenho dos pneus importados foi 28 por cento pior do que o do pneu Continental.

Os pneus importados também apresentaram pontos fracos em piso seco: a 100 km/h, a distância de travagem dos pneus mais baratos era até 5.5 metros maior do que a dos seus concorrentes Europeus. “Equipados com pneus Linglong, o carro de testes ainda ia a 34 km/h, quando já teria parado com os Continental,” comentou um técnico da equipa de testes.

Os pneus Asiáticos não só não se saíram bem nos testes de comportamento, como também tiveram um desempenho fraco nos testes a alta velocidade, com quatro deles a falharem o testes que tiveram em conta os rigorosos requisitos da VW.

Os resultados dos testes da Autocar espelham os de outras revistas, que durante o ano passado apontaram os lados negativos na segurança dos pneus budget asiáticos. Em Outubro de 2008, a DEKRA fez uma comparação semelhante utilizando a pista de testes da Continental - o Contidrom - que revelou um desempenho de travagem em piso molhado chocantemente fraco dos pneus budget de Inverno importados da Ásia. As diferenças entre as distâncias de travagem em piso molhado dos ContiWinterContact TS 830 e os ‘Federal WS1’ foram de cerca de 50 por cento, com problemas de segurança semelhantes no comportamento em piso molhado.



Diferenças ‘espantosas’ entre pneus de qualidade e pneus de baixo custo
Quem Somos   |   Contactos   |   Publicidade   |   MKT Empresas   |   Condições Legais