newsletter

Receba gratuitamente e em 1ª mão as notícias do aftermarket automóvel! 



Travões > Remsa


Destaque I
Remsa Pastilhas de Travão
 

As pastilhas de travão Remsa para o aftermarket vêm munidas de uma nova propriedade denominada Protecno 3, que lhes confere um elevado desempenho. As características das pastilhas Remsa englobam uma curta distância de travagem; têm um coeficiente de fricção constante sob uma banda larga de temperaturas (AK Master standardised Test); proporcionam um grande conforto, sem ruídos. A ampla gama de referências, cobre a quase totalidade das aplicações europeias, americanas, japonesas, coreanas e australianas.

Inflamação (“scorching”) – Este processo que as pastilhas Remsa sofrem, consiste numa série de choques térmicos superficiais aplicados às pastilhas (são aquecidas até 500ºC), o que permite a eliminação de quaisquer gases residuais que ainda permaneçam no material de fricção após o processo de fabrico. Como resultado, o período de assentamento das pastilhas aos discos é mais curto.

Amortecimento contra vibrações – Na traseira das pastilhas Remsa, é montado um material compósito de aço e borracha, para reduzir as frequências e vibrações causadas pelos sistemas relacionados (travagem, suspensão, chassis, etc.), prevenindo, desta forma, a sua transmissão às pastilhas de travão.

Prato de apoio – Um importante componente para assegurar um comportamento satisfatório das pastilhas de travão é o prato de apoio. O processo de fabrico empregue permite conceber pratos planos, com dimensões exactas e com tolerâncias mínimas. O processo de pintura em pó evita a eventual corrosão do prato de apoio.

Material de fricção – É o principal componente de uma pastilha, responsável pela sua performance. O coeficiente de fricção das pastilhas Remsa permanece num valor estável sob uma banda larga de temperaturas, pressões e velocidades. Ao mesmo tempo, as pastilhas Remsa mantêm um nível de desgaste progressivo e absorvem o calor em função da travagem.

Embalagens eficazes – As pastilhas Remsa vêm inseridas em inovadoras embalagens à prova de choque, recicláveis, devidamente identificadas e com selo de garantia incorporado.

Destaque II
Remsa Maxilas de Travão
 

Os jogos de maxilas Remsa para o aftermarket, têm um coeficiente de fricção constante sob uma banda larga de temperaturas, ao mesmo tempo que proporcionam um grande conforto e não provocam ruídos.

O suporte metálico das maxilas Remsa é submetido a um processo de envernizamento de alta resistência, que lhe confere uma elevada protecção contra a corrosão.

Um suporte de adesão fenólico permite uma adaptação perfeita do material de fricção ao suporte metálico, conferindo valores de resistência muito superiores aos requeridos pelas normas europeias.

O material de fricção é uma mistura orgânica composta de novos elementos de altíssima qualidade, ideal para manter um coeficiente de fricção estável, isento de fading e ruídos.

As maxilas Remsa podem vir opcionalmente acompanhadas de uma variedade de acessórios, tais como o kit de regulação e leva de travão de mão. Com uma gama superior a 400 referências, a Remsa cobre a quase totalidade das maxilas para veículos europeus, americanos e asiáticos.

Destaque III
Remsa Discos e Tambores
 

A Remsa produz uma vasta gama de discos e tambores de travão. São mais de 700 referências que gozam dos mais prestigiados certificados de homologação.

Destaque IV
Remsa Super Precision Kit
 

O conjunto de reparação Super Precision Kit da Remsa garante uma travagem mais eficaz ao possibilitar a substituição simultânea dos componentes dinâmicos do travão traseiro. Rentabiliza o tempo empregue na montagem e evita erros de montagem. O programa Super Precision Kit da Remsa, cobre 98% do parque automóvel europeu. Externamente, tanto o desenho inovador como a qualidade do pacote, revelam um produto atractivo. As dimensões reduzidas favorecem o armazenamento.

ACERCA DA REMSA
 

A marca Remsa, de origem espanhola, disponibiliza pastilhas, maxilas, discos, tambores e kits de travão. Faz parte do Friction Materials Group (FMG), adquirido pela TRW em 1999. O FMG está sedeado em Madrid e possui centros de fabrico e distribuição em Espanha, México e EUA. No total, o grupo FMG tem oito fábricas e emprega perto de mil pessoas.

Os produtos FMG, essencialmente pastilhas e maxilas de travão para veículos de passageiros e veículos comerciais ligeiros, são distribuídos na Europa sob a marca TRW, sob as marcas da FMG - Remsa, Roadhouse e Woking – assim como sob outras marcas privadas.

A TRW Inc., onde se integra o grupo FMG, é uma companhia norte americana com mais de 100 anos, presente em 35 países, com 250 fábricas, e que disponibiliza para o aftermarket e construtores automóveis, uma gama abrangente de componentes. A divisão TRW Automotive Aftermarket é líder do mercado independente de pós-venda europeu, em sistemas de chassis (travagem, direcção e suspensão). Para além do mercado automóvel, a TRW Inc., fornece produtos e serviços tecnologicamente avançados para os mercados aeroespacial e de informação. A TRW Inc. celebrou em 2001 o seu centésimo aniversário.

A Remsa foi fundada em 1970, em Pamplona, Espanha, por três empresários independentes. O ano de 1984 fica marcado pela inauguração de uma nova fábrica de forros de camião em Madrid, Espanha, e 1986 é a vez da inauguração de um novo centro de distribuição internacional em Corella, Espanha. O ano de 1989 assiste a um novo investimento, desta vez a aquisição da BP&A em Egües, Espanha, uma fábrica de suportes metálicos e acessórios de pastilhas de travão. Em 1992, a companhia inaugura uma unidade em Chicago, EUA, para o mercado norte-americano. A inauguração de uma terceira fábrica de pastilhas de travão em Corella, realiza-se em 1996, e no ano seguinte a companhia é adquirida na sua totalidade pelas Lucas Varity.

Em 1998, mais uma inauguração, desta feita de uma nova fábrica de calços de travão em Madrid, e no ano seguinte a Lucas Varity é adquirida na sua totalidade pela TRW. A companhia passa a fazer parte da TRW. Ainda nesse ano, é inaugurada uma nova fábrica de acessórios em Pamplona, e em 2002 é inaugurada a quarta fábrica de pastilhas de travão e segundo armazém de distribuição internacional em Ólvega, Espanha.

Textos: João Lima e Remsa 


Quem Somos   |   Contactos   |   Publicidade   |   MKT Empresas   |   Condições Legais