Home / COVID-19 / O mercado europeu deve perder um quarto de seus registos em 2020
PUB

O mercado europeu deve perder um quarto de seus registos em 2020

Após a crise do coronavírus, a ACEA estima que o mercado de veículos ligeiros do continente deve cair 25% em 2020. Poderá totalizar 9,6 milhões de unidades contra 12,9 milhões no ano anterior.
24 Jun. 2020
O mercado europeu deve perder um quarto de seus registos em 2020
PUB
Após cinco meses de atividade em 2020, o mercado de veículos ligeiros da União Europeia caiu 41,5%, com apenas 3,33 milhões de registos. Já faltam 2,36 milhões de unidades relativamente ao mesmo período de 2019. Portanto, o cenário deve melhorar até o final do ano fiscal, mas a ACEA (Associação Europeia de Fabricantes de Automóveis) alerta que a queda permanecerá histórica. Segundo a associação, o mercado da União deve cair 25%...
Após cinco meses de atividade em 2020, o mercado de veículos ligeiros da União Europeia caiu 41,5%, com apenas 3,33 milhões de registos. Já faltam 2,36 milhões de unidades relativamente ao mesmo período de 2019. Portanto, o cenário deve melhorar até o final do ano fiscal, mas a ACEA (Associação Europeia de Fabricantes de Automóveis) alerta que a queda permanecerá histórica.

Segundo a associação, o mercado da União deve cair 25% este ano, para 9,6 milhões, contra 12,8 milhões no ano anterior. Será o primeiro declínio no mercado europeu após seis anos consecutivos de crescimento.

A previsão para 2020 "representa o menor volume de vendas de carros novos desde 2013, um ponto baixo atingido após seis anos de declínio após a crise financeira de 2008-2009", mas em termos percentuais essa queda é "a mais forte já conhecida pelo setor automóvel na Europa", afirma a ACEA.

Em janeiro último, a ACEA contava com um declínio de 2%, mas naturalmente a crise de saúde e a contenção que interrompeu muitos países do continente pioraram naturalmente as coisas.
PUB  
PUB  
PUB