Home / Vida / Construtores / Peugeot condenado na Áustria por abuso de posição dominante
PUB

Peugeot condenado na Áustria por abuso de posição dominante

Denunciado por um concessionário austríaco, cuja sobrevivência estava em jogo.
29 Jun. 2020
Peugeot condenado na Áustria por abuso de posição dominante
PUB
O Tribunal arbitral de Viena acaba de proferir uma sentença que pode ser decisiva nas relações comerciais contratuais que vinculam os concessionários à marca.  Denunciado por um concessionário austríaco, cuja sobrevivência estava em jogo, o tribunal concluiu que a Peugeot estava a forçar economicamente a sua rede a restringir sua liberdade de preços ao cliente final, vinculando o pagamento de prémios a pesquisas de satisfação de...
O Tribunal arbitral de Viena acaba de proferir uma sentença que pode ser decisiva nas relações comerciais contratuais que vinculam os concessionários à marca. 

Denunciado por um concessionário austríaco, cuja sobrevivência estava em jogo, o tribunal concluiu que a Peugeot estava a forçar economicamente a sua rede a restringir sua liberdade de preços ao cliente final, vinculando o pagamento de prémios a pesquisas de satisfação de clientes. 

O tribunal também considera que o fabricante reduz voluntariamente a margem dos concessionários se eles não atingirem as metas de vendas inflacionadas deliberadamente pela PSA.

As práticas do fabricante na oficina também foram analisadas pelo tribunal, que considera que um sistema de controle para o trabalho de garantia foi desenvolvido e que não cobre as taxas horárias e os custos dos concessionários.

O tribunal concluiu que o PSA não deveria mais repassar à sua rede de distribuição os custos de sua pesquisa de satisfação misteriosa e sistema de auditoria para atividades de vendas e pós-venda.
PUB  
PUB  
PUB