Home / Vida / Empresas / Reduza os encargos financeiros para investir com mais segurança
PUB

Reduza os encargos financeiros para investir com mais segurança

Apesar da boa conjuntura económica, as micro e pequenas empresas continuam com dificuldades em investir. Apresentamos 3 sugestões para reforçar a rentabilidade e investir com mais segurança.
05 Nov. 2019
Reduza os encargos financeiros para investir com mais segurança
PUB
De acordo com dados do Banco de Portugal, as empresas deverão chegar ao final deste ano com um nível de investimento igual ao que tinham antes da crise financeira. As principais razões apontadas pelas empresas para investir são: • Condições de financiamento globalmente positivas;• Perspetivas positivas para a evolução da procura;• Aumento da capacidade produtiva;• Necessidade de recuperação e renovação do stock de...
De acordo com dados do Banco de Portugal, as empresas deverão chegar ao final deste ano com um nível de investimento igual ao que tinham antes da crise financeira. As principais razões apontadas pelas empresas para investir são:
 
• Condições de financiamento globalmente positivas;
• Perspetivas positivas para a evolução da procura;
• Aumento da capacidade produtiva;
• Necessidade de recuperação e renovação do stock de capital.
 
Depois de ter subido 4,4% em 2018, a Formação Bruta de Capital Fixo (investimento) deverá crescer 8,7% este ano, 5,8% em 2020 e 5,5% em 2021.
 
Empresas estão cada vez mais produtivas

Dados do Banco de Portugal demonstram que entre 2018 e 2021, a produtividade vai representar cerca de 15% do crescimento económico. Este contributo positivo é algo inédito dado que nos últimos anos o seu contributo foi sempre negativo. Em termos globais, o emprego e o capital humano continuarão a ser os principais motores de crescimento da economia.
 
3 sugestões para otimizar a tesouraria, reforçar a rentabilidade e aumentar o investimento
 
Aqui ficam algumas sugestões (simples, mas por vezes esquecidas) para reduzir os encargos financeiros e reforçar a rentabilidade da sua empresa:
 
• Evite "custos com descobertos": contas com saldo próximo de zero ou a negativo podem ter "custos com descobertos" desnecessários. Uma conta bancária bem provisionada é também um excelente indicador de boa gestão, o que terá um impacto positivo na sua taxa de juro.
• Não fique dependente de "livranças / contas correntes”: livranças e contas correntes obrigam a renovações recorrentes que muitas vezes têm custos excessivos e colocam a empresa numa posição de dependência dos bancos. Ao reduzir encargos com juros (muitas livranças / contas correntes têm juros acima dos 8%), estará a investir na rentabilidade e autonomia financeira da sua empresa. 
• Reduza as prestações mensais: O primeiro passo para reduzir as suas prestações mensais é analisar a situação dos seus empréstimos em curso. Pode fazer esta análise com recurso ao mapa do Banco de Portugal, que pode obter aqui. Financie a sua empresa a longo-prazo para ter mais previsibilidade sobre os seus compromissos e reduzir encargos mensais.
PUB  
PUB  
PUB