Home / Vida / Empresas / Valeo aposta no cavalo certo
PUB

Valeo aposta no cavalo certo

Ao investir durante vários anos na eletrificação dos veículos, a Valeo fez a escolha certa, de acordo com Jacques Aschenbroich, patrão da marca. O objetivo, segundo ele, é de 5 pontos de desempenho superior, mas também outros mercados além do automóvel.
29 Jun. 2020
Valeo aposta no cavalo certo
PUB
O patrão da Valeo, Jacques Aschenbroich, estimou, quinta-feira, 25 de junho de 2020, que a crise da saúde validou o mérito dos investimentos feitos nos últimos anos pelo fabricante francês de componentes em eletrificação e auxiliares de direção. O renascimento verde "como vemos na Europa ou na China coloca (...) a eletrificação das cadeias de tração no centro da política", observou o chefe da Valeo, durante a assembleia geral anual...
O patrão da Valeo, Jacques Aschenbroich, estimou, quinta-feira, 25 de junho de 2020, que a crise da saúde validou o mérito dos investimentos feitos nos últimos anos pelo fabricante francês de componentes em eletrificação e auxiliares de direção. O renascimento verde "como vemos na Europa ou na China coloca (...) a eletrificação das cadeias de tração no centro da política", observou o chefe da Valeo, durante a assembleia geral anual de acionistas. 

"O que está acontecendo no mundo hoje com o Covid-19 confirma as escolhas estratégicas que fizemos nos últimos anos", referiu, lembrando mesmo tempo que seu grupo conquistou o primeiro lugar do mundo em tecnologias para a eletrificação do carro e em sistemas de assistência ao condutor, que, segundo disse, constituem "os dois segmentos que mais crescerão nos próximos anos". 

O CEO confirmou que pretendia "pelo menos 5 pontos de desempenho superior", ou seja, mais crescimento anual em comparação com seus concorrentes nos próximos anos. 

Ele estima que o futuro do grupo também está a desenvolver-se em novos mercados, além do automóvel. "A mobilidade não é apenas o carro", disse Jacques Aschenbroich, referindo-se às vendas de bicicletas em França, que "mais que dobraram em maio de 2020" em comparação ao ano passado. Segundo aquele responsável, "o uso de drones, para entrega, limpeza ou desinfecção, aumentará nos próximos anos. Portanto, é essencial (...) que a Valeo, graças às suas tecnologias, se posicione sobre essas outros tipos de mobilidade ". 

A empresa tem notáveis "desenvolvimentos em andamento para bicicletas elétricas, scooters e dróides de entrega", disse. Ele também citou o novo modelo Citroën Ami, um veículo elétrico urbano ultracompacto, utilizável sem licença, que funciona graças a um sistema de baixa voltagem de 48 volts desenvolvido pela Valeo. 

A assembleia geral também foi uma oportunidade para a Valeo lançar uma revisão do valor de seus ativos. "Como parte da crise de saúde do Covid-19, lançámos um processo (...) para revisar todos os ativos do grupo (que) será concluído até o final de junho", afirmou Robert Charvier, diretor financeiro do fabricante de componentes. "Esta é uma revisão clássica que fazemos todos os anos, mas que este ano tem uma importância especial", disse Robert Charvier, enfatizando que a pandemia pode "resultar em crescimento mais lento do mercado automóvel nos próximos anos. As conclusões desses estudos denominados de 'testes de imparidades' serão comunicadas em julho, quando publicarmos nossos resultados para o primeiro semestre de 2020", concluiu. (com AFP)
PUB  
PUB  
PUB