newsletter

Receba gratuitamente e em 1ª mão as notícias do aftermarket automóvel! 



Os Benefícios dos Navegadores

4 Setembro 2009

O TNO, instituto de pesquisa líder na Holanda, divulgou os resultados de um estudo que provam a influência positiva dos aparelhos de navegação por satélite na segurança rodoviária.

Este estudo foi promovido pela Aon, pela Athlon Car Lease, pela Delta Lloyd (que faz parte da Aviva Plc) e pela TomTom.

Principais conclusões:
• A utilização de sistemas de navegação por satélite melhora o comportamento dos condutores quando estes têm de se deslocar para ou por uma zona desconhecida;
• A utilização de sistemas de navegação por satélite aumenta a atenção e reduz os níveis de stress no condutor;
• A taxa de declarações de acidentes é superior em 12% nos condutores que não recorrem às soluções de navegação por satélite;
• A utilização de uma solução de navegação por GPS da TomTom reduz a quantidade de milhas conduzidas em 16%;
• A utilização de uma solução de navegação por GPS da TomTom reduz o tempo de viagem em 18% quando conduzindo para ou por uma zona desconhecida;
• A utilização de um aparelho TomTom reduz o esforço do condutor na condução quando viajando para ou por uma zona desconhecida.

Alexander Ribbink, chief operating officer da TomTom, comenta: “A preocupação com a segurança está sempre presente quando desenhamos os nossos produtos. Todos os nossos testes sempre provaram que os nossos produtos são uma verdadeira ajuda para a condução. Este estudo independente vem reforçar as nossas convicções. Os utilizadores de aparelhos TomTom beneficiam de uma maior atenção, um esforço reduzido, um menor stress e um menor tempo dispensado e distâncias percorridas para chegar ao seu destino. Mais ainda, há também claros benefícios ambientais e económicos. Tudo somado, providenciamos aos condutores a capacidade de manter a atenção na estrada ao mesmo tempo que se deslocam de um ponto A para um ponto B da forma mais segura e eficiente possível”.

Melhoramentos no comportamento dos condutores
O estudo revela que quando um condutor recorre a uma solução de navegação por satélite pára menos 25% das vezes. Este valor aumenta para 35% se tivermos em conta as paragens por indecisões. Comparados com os instrumentos de navegação tradicionais, como os mapas em papel ou o planeamento de rotas online, os aparelhos GPS reduzem o número de viragens necessárias para se chegar a um destino. Os resultados apontam também para uma melhoria no comportamento dos condutores, apresentando uma redução em 50% de atitudes menos próprias, como por exemplo ignorar sinais de trânsito. Os condutores concentram-se na condução e não no caminho.

Mais atenção e menos stress atrás do volante
O estudo demonstra que as soluções de navegação por satélite aumentam a atenção dos condutores e melhoram o tempo de resposta, ao mesmo tempo que reduzem o stress. 78% dos utilizadores têm a sensação de ter tudo sobre controlo quando equipados com um sistema GPS TomTom. Estão mais atentos e mais conscientes do tráfego atrás deles.

Menor esforço
O estudo comprova que o esforço necessário para a condução é reduzido quando utilizando um sistema de navegação por satélite. O esforço é 20% menor quando a condução é assistida por um aparelho TomTom. Conduzir com ferramentas de navegação tradicionais, como por exemplo mapas ou rotas planeadas na internet, segundo este estudo, aumentam o esforço necessário.

Redução da distância percorrida
O estudo prova que o total de quilómetros percorridos, quando usando um sistema de navegação da TomTom, é reduzido em 18%. Sendo as distâncias encurtadas, o combustível utilizado é menor, o que é benéfico tanto para os condutores como para o ambiente.

Redução na frequência de reclamações de seguros
O estudo prova que os condutores que não recorrem a sistemas de navegação por satélite fazem 12% mais reclamações de seguros do que aqueles que os utilizam.

Sobre o estudo
Foram utilizados três ferramentas para responder à questão central “Quais os efeitos do recurso a sistemas de navegação por satélite na segurança rodoviária?”: um inquérito; análise às bases de dados de acidentes; test drives. O programa de pesquisa foi levado a cabo na Holanda durante um período de seis meses, tendo sido completado em Dezembro de 2006. As principais conclusões revelam que os sistemas de navegação GPS têm um efeito positivo na segurança rodoviária.

* Os métodos do estudo, as justificações e os resultados foram sintetizados num documento com as principais conclusões que pode ser disponibilizado quando solicitado.

Texto: TNO e Hill & Knowlton | Foto: Tom Tom




Navegadores: Maior seguraça
Quem Somos   |   Contactos   |   Publicidade   |   MKT Empresas   |   Condições Legais