newsletter

Receba gratuitamente e em 1ª mão as notícias do aftermarket automóvel! 



A Varta explica aspectos importantes relacionados com as baterias

5 Setembro 2009

Objectivo: Esclarecer os profissionais e condutores.

A Varta elaborou uma série de perguntas e respostas sobre questões relacionadas com as baterias de arranque. O objectivo é esclarecer os profissionais ou simplesmente os condutores sobre aspectos importantes de uma bateria.

Qual é a diferença entre uma célula e uma bateria?

A unidade electroquímica mais pequena de uma bateria é denominada de célula. A célula não incorpora os contactos prontos a serem utilizados, e é usualmente ligada com a sua célula vizinha no âmbito da bateria através de contactos soldados.

Ao invés da célula, a bateria é facilmente reconhecida pelo seu invólucro completo equipado com contactos prontos a serem utilizados. Além disso o invólucro possui um rótulo com o nome do fabricante, tipo de bateria, voltagem, etc.

Como podemos medir o output de energia de uma bateria?

A energia eléctrica “E” fornecida por uma bateria a um dispositivo eléctrico pode ser traduzida pela fórmula E=U x I x t, onde o “U” é a voltagem de descarga da bateria (em volts), “I” é a corrente de descarga (em amperes) e “t” o tempo de descarga (em horas). A unidade de energia “E” tal como a fórmula de cima é expressa em watt x horas.

"Power Output" de uma bateria: o que significa?

A potência de saída (Power Output) de uma bateria refere-se à sua capacidade de fornecer um montante específico de energia dentro de um período de tempo. A potência de saída “P” de uma bateria é calculada a partir da corrente de descarga “I” (medida em amperes) e a voltagem de descarga “U” (em volts), por isso: P=IxU. A potência de saída é expressa em watts.

Quanto mais pequena for a resistência interna da bateria, maior a sua potência de saída. A sua resistência interna deve ser sempre mais pequena do que a do dispositivo eléctrico a ser operado. Senão a voltagem da bateria quebraria, isto é, a bateria seria incapaz de operar o dispositivo.

Qual a influência da temperatura na performance das baterias em geral?

De todos os factores ambientais, a temperatura tem o maior efeito no comportamento de carga e descarga da bateria. Isto tem a ver com a temperatura - reacções electroquímicas que ocorrem no interface eléctrodo/electrólito, que pode ser considerado o coração da bateria. Se a temperatura decresce, a taxa da reacção do eléctrodo também decresce. Assumindo que a voltagem da bateria permanece constante, a corrente de descarga cai e logo também a potência de saída da bateria. O efeito oposto acontece se a temperatura sobe, isto é, a potência de saída da bateria sobre.

A temperatura também afecta a velocidade de transporte dos processos no âmbito do electrólito e o seu eléctrodo poroso. Um aumento na temperatura acelera os processos de transporte, um decréscimo na temperatura abranda-os. A performance de carga/descarga da bateria pode também ser afectada.

O efeito da humidade relativa depende do sistema da bateria. Desempenha um papel chave em sistemas de bateria "abertos" (ao contrário de sistemas de bateria fechados).

Que consequências pode ter um curto-circuito de uma bateria?

Um "curto-circuito externo" pode ocorrer se os terminais externos de uma bateria estiverem ligados por qualquer tipo de material condutor. Dependendo da bateria, um curto-circuito pode ter consequências sérias. Por exemplo, a temperatura do electrólito pode subir, por isso formando uma pressão de gases internos que podem abrir a válvula de pressão da bateria e ejectar electrólito da bateria. Isto pode causar ferimentos. Em casos extremos a detonação pode inclusive ocorrer se a válvula de segurança falhar a resposta (por exemplo devido a um defeito de moldagem durante a produção).

Por exemplo, não transporta baterias carregadas ou frescas no mesmo bolso onde estão moedas ou chaves. Esse tipo de dispositivos podem conectar os terminais das baterias.

É também importante evitar impactos mecânicos que possam deformar a bateria, podendo resultar em curto circuitos internos dos eléctrodos com as consequências descritas em cima.



Varta
Quem Somos   |   Contactos   |   Publicidade   |   MKT Empresas   |   Condições Legais