newsletter

Receba gratuitamente e em 1ª mão as notícias do aftermarket automóvel! 



Testes revelam poupança de 3% em combustível usando sistemas de escape homologados

17 Maio 2010

KLARIUS testou e provou: não compensa usar produtos de baixa qualidade.

Testes independentes sobre a eficiência do consumo de combustível mostraram que veículos comuns tais como o 1.6L Astra Vauxhall a gasolina equipado com um sistema de escape de fraca qualidade, não homologado, consome mais 3% de combustível do que quando equipado com um sistema de escape de melhor qualidade e homologado, provando que fornecendo ou equipando sistemas não homologados tem custos maiores quer para o condutor como para o ambiente.

O carro foi testado num leque variado de condições utilizando um sistema de escape OE como referência. O carro foi depois testado usando um sistema standard Klarius, desenhado, fabricado e totalmente homologado no Reino Unido. Por último a viatura foi testada novamente com um produto não homologado de outro fabricante; no ciclo urbano onde a diferença foi mais acentuada, o Astra gastou 3% mais petróleo do que com o sistema OE ou com o sistema de substituição Klarius.

Doug Bentley, R&D Manager na fábrica da Klarius em Stoke, organizou o teste.

“Quisemos perceber o impacto financeiro de montar um sistema de escape não homologado. Escolhemos um carro familiar médio, com um sistema de escape vindo directamente da prateleira, e sujeitámos o veículo a testes de consumo de combustível, tal como um construtor automóvel faz. Isto foi realizado de uma forma independente no laboratório de emissões NAC no Reino Unido. O teste foi repetido com uma peça não homologada de um concorrente para comparação, depois analisámos os resultados. E eles mostraram que de todos os três ciclos de condução, o que usou um sistema de escape não homologado consumiu mais combustível.

“O escape não homologado foi escolhido ao acaso, e julgando pela qualidade de outros produtos no mercado, não era de longe a pior peça de substituição disponível no mercado. Uma das principais diferenças verificadas, devido ao desenho pobre e falta de testes, foi a contra pressão incorrecta”.

Na Europa Ocidental, a montagem de sistemas de escape não homologados não é permitida, todas os escapes e catalisadores têm de ser homologados antes de poderem ser vendidos e montados, no Reino Unido, contudo, é diferente, e os responsáveis anseiam por uma mudança da Lei em breve.



Klarius
Quem Somos   |   Contactos   |   Publicidade   |   MKT Empresas   |   Condições Legais