newsletter

Receba gratuitamente e em 1ª mão as notícias do aftermarket automóvel! 



Substituição da Bateria

10 Setembro 2009

O proprietário do veículo pode substituir a bateria de arranque sem grande dificuldade. Basta seguir alguns passos básicos.

O proprietário do veículo pode substituir a bateria de arranque sem grande dificuldade. Basta seguir alguns passos básicos. Mas atenção: se o veículo em causa for um topo de gama com sistemas electrónicos complexos, o melhor mesmo é procurar a ajuda de uma oficina especializada.

A bateria de arranque serve para armazenar a electricidade necessária para o funcionamento dos componentes eléctricos do automóvel, tais como as luzes, rádio, leitor de CD, aquecimento, vidros eléctricos, etc., assim como para pôr o motor em funcionamento.

À medida que a carga armazenada numa bateria vai sendo usada, ela é reposta por intermédio do alternador. Os problemas surgem quando uma bateria deixa de estar suficientemente forte para suportar uma recarga, isto é, quando o electrólito de uma bateria enfraquece, o que pode acontecer ao fim de cinco anos ou mais de vida de uma bateria.

Nessa altura, a única coisa a fazer é substituir a bateria, uma operação que pode ser realizada por qualquer pessoa, bastando para tal seguir algumas regras básicas.

Hoje, a grande maioria das baterias topo de gama, já vem munida com um “olho” avisador do seu estado, capaz de indicar se a bateria está ok, se precisa de ser carregada ou se, simplesmente, precisa de ser substituída.

Mas se não for o caso, proceda da seguinte forma para verificar a carga da sua bateria:

- Coloque o carro virado para uma parede ou uma porta de garagem após o crepúsculo, e acenda as luzes com o veículo desligado. Se as luzes estiverem brilhantes, então pode assumir que a bateria está boa.

- Se as luzes estiverem esbatidas, mas brilhantes quando o motor é ligado, significa que a bateria está em más condições.

- Para uma análise mais sofisticada, utilize um voltímetro para verificar a voltagem da bateria. Totalmente carregada, a bateria deve ler entre 12,5 e 13,5 volts. Se tiver um valor mais baixo, mande recarregar numa oficina ou compre um carregador de baterias e carregue-a você mesmo.

- Se o resultado do teste revelar que a bateria está boa, mas não está a carregar-se devidamente, verifique se a correia que liga o alternador está devidamente apertada.

Antes de iniciar a operação de substituição da bateria de arranque, precisa de ter à mão uma chave inglesa ou de porcas, um alicate para puxar os terminais depois de soltos e, claro, uma bateria nova que deverá ter as mesmas características da bateria equipada de origem, isto é, a mesma voltagem, tamanho, amperes, etc.

Depois, identifique qual é o polo positivo (+) e o polo negativo (-) da bateria que vai ser substituída. Desligue primeiro o cabo do polo negativo da bateria e só depois o cabo do terminal positivo. Desprenda a bateria do grampo que a mantém presa e puxe-a para fora.

Coloque a nova bateria e prende-a. Primeiro recoloque o cabo positivo e só depois o cabo negativo. Aperte-os, com o cuidado de não apertar demasiado, dado que os terminais dos cabos podem partir facilmente. Por fim, coloque massa lubrificante sobre os terminais para proteger contra a corrosão. 

Texto: Paulo Esteves | Foto: Delphi




Substituição da bateria
Quem Somos   |   Contactos   |   Publicidade   |   MKT Empresas   |   Condições Legais