newsletter

Receba gratuitamente e em 1ª mão as notícias do aftermarket automóvel! 



Verifique as Correias

21 Abril 2011

As correias devem ser verificadas de forma regular para detecção de sinais de desgaste, como fendas e polimento.

A operação de controlo destes órgãos vitais do seu veículo, pode ser feito visualmente de forma simples (no caso das correias de distribuição, nem sempre esta operação é possível quando que se encontram num compartimento fechado), para posterior substituição por um profissional, dado que são peças que requerem alguns conhecimentos para a sua substituição. Os especialistas recomendam que as correias sejam substituídas todos os cinco anos ou 80 mil quilómetros. 

Se as correias ficarem muito tempo sem manutenção, podem-se gastar totalmente, o que pode levar à sua ruptura. Uma correia de ligação de acessórios partida (que opera a ventoinha, bomba de arrefecimento, alternador, etc.), pode não só causar um sobreaquecimento do motor, como podem levar à total imobilização do veículo.

Tão importante como procurar desgastes, é ter a certeza que as correias estão devidamente apertadas e ajustadas. Uma correia laça no alternador, pode saltar, levando a que o alternador desempenhe a sua função de carregamento da bateria deficientemente, o que pode levar a arranques fracos do motor ou o mais provável, levar à incapacidade da bateria de arrancar o propulsor.

As correias de distribuição se forem negligenciadas, podem causar mais estragos do que qualquer outra correia no motor. Isto porque a correia de distribuição é responsável pela regulação das válvulas com a posição dos pistões. Se a correia partir ou saltar, pode levar as válvulas a embater nos pistões, o que tornaria necessário reparações extensivas da cabeça do motor.

Neste caso, pode, inclusive, ser necessário substituir todo o bloco do motor por um novo. A maioria das correias de distribuição são feitas para que não se estiquem, e, por isso, não precisam de ajustamentos. Mas desgastam-se, e se não forem substituídas a tempo podem-se partir. 
 

Quem Somos   |   Contactos   |   Publicidade   |   MKT Empresas   |   Condições Legais