Catalisadores – Normas de Utilização - www.autoaftermarketnews.com

newsletter

Receba gratuitamente e em 1ª mão as notícias do aftermarket automóvel! 



Catalisadores – Normas de Utilização

6 Julho 2009

Os catalisadores devem obedecer a normas de utilização para que cumpram a missão para que foram concebidos.

Caso contrário, deixam de reduzir os gases tóxicos emitidos pelo motor.

1 - Não se pode utilizar gasolina com chumbo. Tem sempre que ser sem chumbo, já que pequenas quantidades de chumbo são suficientes para danificar o catalisador.

2 - Comprovar o consumo de óleo, que não pode ser superior a mais de um litro cada mil quilómetros percorridos, já que se se supera este consumo, o catalisador é afectado, destruindo-se as suas propriedades catalíticas.

3 - Os utentes têm que ter em conta que o veículo com catalisador não deve ser arrancado de empurrão ou de reboque quando o catalisador está quente. Se se proceder indevidamente, o motor admitirá combustível sem queimar, que passará ao catalisador danificando-o. Se não se consegue arrancar o veículo devido à bateria estar descarregada, utilizar uma bateria auxiliar e nunca os sistemas antes descritos.

4 - Não se podem utilizar aditivos para gasolina que contenham chumbo, já que a sua utilização comporta a destruição do catalisador.

5 - É recomendável que se verifiquem, nos intervalos entre revisões, as tolerâncias das válvulas e o ponto da ignição.

6 - Nunca pode permitir-se que o depósito de combustível se esvazie, pois daria lugar a um fornecimento irregular de combustível, devido ao baixo nível do mesmo, provocando falsas explosões e uma elevada temperatura no catalisador, que poderia provocar a fusão do monólito.

Texto: João Fajardo e Fonos | Foto: Eberspächer 




Catalisadores: Existem regras para a sua boa utilização
Quem Somos   |   Contactos   |   Publicidade   |   MKT Empresas   |   Condições Legais