newsletter

Receba gratuitamente e em 1ª mão as notícias do aftermarket automóvel! 



Filtro de Gasóleo – Vasta Integração de Funções

2 Setembro 2009

A sua função é proteger a bomba de injecção Diesel, através da eliminação de impurezas e da água.

O filtro de gasóleo é cada vez mais objecto de uma vasta integração de funções:
- Filtragem;
- Reaquecimento por forma a evitar a cristalizacão da parafina;
- Separação da água (a presença de água prejudica a propriedade lubrificadora do gasóleo e, consequentemente, da bomba de injecção). No caso de imobilização do veículo, é possível verificar-se o aparecimento de um fenómeno de oxidação a nível da bomba de injecção;
- Desgasificacão;
- Injecção.

O gasóleo é uma mistura de diversos componentes que contém impurezas, que tem de ser filtrada para não causar a deterioração do motor. O filtro tem a função de eliminar as impurezas em suspensão no carburante. Por outro lado, num veículo a Diesel, a bomba de injecção e os injectores são sensíveis à presença de água e de partículas de sujidade.

Sempre que o filtro é colmatado, verifica-se a combustão incompleta do gasóleo, o que se traduz pela emissão de gases nocivos ao meio ambiente. Um filtro colmatado pode provocar "buracos" na alimentação, o que pode levar a um corte completo da chegada do carburante e a paragem do motor.

Filtros de gasóleo para uma linha de injecção com rampa comum (Common Rail), além das funções tradicionais (separação da água, anti-retorno, etc.), bem como o reaquecimento (consoante os modelos), asseguram também a regulação da pressão graças a uma válvula integrada.

A mudança do filtro de gasóleo assegura uma economia do carburante; um desempenho ideal do motor; um motor menos poluente. É por isso importante respeitar as indicações dos construtores que, geralmente, aconselham uma substituição todos os 20.000 quilómetros.

Texto: Paulo Esteves e Purflux | Foto: Purflux
 




Filtro diesel
Quem Somos   |   Contactos   |   Publicidade   |   MKT Empresas   |   Condições Legais