newsletter

Receba gratuitamente e em 1ª mão as notícias do aftermarket automóvel! 



Avaria do Motor de Arranque

1 Setembro 2009

O não funcionamento do motor de arranque pode ter várias origens. É indispensável um procedimento por etapas até se descortinar a verdadeira causa.

O motor do automóvel é suposto iniciar a sua marcha quando se acciona a chave de ignição. Mas por vezes isso não acontece. E existem várias causas para isto suceder. Se o propulsor não funciona quando se dá à ignição e o motor de arranque cumpre a sua tarefa de rodar, então é porque o problema está muito provavelmente relacionado com o sistema de ignição ou no fornecimento de combustível. No entanto, se é o próprio motor de arranque que não funciona, a avaria tem de estar associada ao próprio motor de arranque ou nos dispositivos eléctricos associados.

Para dissipar as dúvidas de uma provável má ligação, faça girar a chave de modo a colocar no modo de ligação. Nessa posição devem-se acender todas as luzes piloto e também os dispositivos de pressão do óleo, medidor do combustível e outros que o automóvel possua. Se essa panóplia de avisadores não se acender então é porque o problema está associado à falta de corrente da bateria. Então a causa é a própria bateria que se encontra descarregada ou alguma má ligação entre esta e o motor de arranque. O passo mais lógico é primeiro verificar os bornes da bateria e limpá-los até com a ajuda de uma lixa fina de papel para restabelecer a superfície de contacto entre os elementos.

Se mesmo assim não existir vida no painel de instrumentos e se a bateria for antiga (mais de cinco anos), então o melhor mesmo é apressar-se a adquirir uma nova unidade porque a antiga provavelmente sofreu um colapso. Uma vez instalada a nova bateria e os avisadores do painel de instrumentos acenderem-se o motor de arranque deverá rodar. Caso o painel tenha actividade mas o motor não rode, então o melhor é solicitar a ajuda de um profissional para uma mais que provável substituição do motor de arranque. Nesta contingência, existem no mercado componentes reconstruídos com a mesma qualidade dos novos e com preços bastante mais baixos.

Texto: Paulo Esteves

Quem Somos   |   Contactos   |   Publicidade   |   MKT Empresas   |   Condições Legais