newsletter

Receba gratuitamente e em 1ª mão as notícias do aftermarket automóvel! 



Teste Suspensões


Destaque
Sachs Shocktester 200 EFD
 

O teste de suspensões Sachs Shocktester 200 EFD, oferece alta tecnologia fácil de manejar, podendo ser incorporado nas operações computorizadas da oficina. Existem três modelos à escolha:

Equipamento de superfície com rampa de acesso, cuja tecnologia está integrada no seu interior para poupar espaço; Equipamento de subsolo para montagem a pouca profundidade numa cuba zincada fornecida em separado com a vantagem de baixos custos de montagem; Como módulo para reequipar uma instalação de controle já existente.

A oficina ao receber o veículo, introduz os dados específicos do cliente no PC; O controle da performance do chassis é completamente automático; As falhas detectadas no controle visual são memorizadas juntamente com o resultado da medição; A impressora ligada ao computador imprime o protocolo da inspecção: Fácil de ler para o utilizador e para o cliente - permitindo comentar com o cliente o resultado e aconselhá lo para a segurança dele.

O software do novo Sachs Shocktester 200 EFD, possui dois modelos de carta para poder informar os clientes: Carta lembrando as falhas que devem ser eliminadas com urgência e propondo uma data para a oficina o fazer; Comunicação das datas de realização das inspecções periódicas obrigatórias, acções de promoção, etc.

O software possui os valores limite actuais indicados pelos fabricantes dos diversos veículos. Esses valores limite são constantemente actualizados pela Sachs, sendo automaticamente enviada uma disquete de actualização grátis.

Dados Técnicos

Tensão da instalação electrónica 400 (380) V 50 Hz
Potência necessária 1,6 KW
Velocidade máxima do excitador 890 rpm
Frequência da excitação 15 Hz
Curso do excitador egocêntrico 16 mm
Carga da roda, mín. – máx. 60 – 750 kg
Ângulo de ensaio, mín. – máx. 800 – 2100 mm
Emissão de ruído < 70 dBA
Montagem (1)
(1) Uso exclusivo em recintos fechados

ACERCA DA SACHS
 

A Sachs é uma reputada marca germânica, pertencente à companhia ZF Sachs (Grupo ZF), um dos especialistas líderes mundiais em suspensões e embraiagens, com uma experiência de mais de 70 anos no fornecimento de componentes e sistemas à indústria internacional do automóvel. Esta enorme experiência no desenvolvimento destes componentes, também beneficia os clientes de peças de substituição da ZF Trading, outra filial da ZF Friedrichshafen AG, tal como a ZF Sachs.

A ZF Trading é a divisão de peças de substituição para o mercado independente do Grupo ZF. Através das marcas Sachs (amortecedores, molas de suspensão, embraiagens e sistemas de accionamento de embraiagens), Boge (amortecedores e peças de metal-borracha), Lemförder (componentes de suspensão e direcção) e ZF Parts (caixas de direcção e bombas de servo-direcção), fornece uma gama completa de componentes com qualidade de Equipamento de Origem.

A ZF Trading foi fundada em 2002 como negócio estratégico da ZF Friedrichshafen AG, fundindo as actividades da Lemförder International AG & Co.KG (LMI), sedeada em Gremem, com a Sachs Handel GmbH, sedeada em Schweinfurt. A nova empresa comercial herdou grandes tradições na construção de automóveis, como a que tinha a Fichtel & Sachs, fundada em 1895 com o nome “Schweinfurter Präcisions-Kugellagerwerke”, por Ernst Sachs e Karl Fichtel.

O Grupo ZF está entre os 15 maiores fornecedores do mundo de peças automóveis, empregando aproximadamente 54 mil pessoas em 122 locais situados em 26 países, tendo totalizado vendas de 13,5 biliões de dólares em 2005.

Até aos nossos dias, algumas datas marcantes traçaram o percurso da marca Sachs. Uma delas foi o ano de 1987, quando a Mannesmann AG, adquiriu a maioria das acções da Fichtel & Sachs AG. Em 1989, a companhia passa a controlar o fabricante francês de amortecedores Allinquant SA. 1991, é outra data marcante: dá-se a aquisição da maioria das acções da Boge AG, Eitorf. Em 1993, efectua-se a fusão dos dois maiores fabricantes de amortecedores alemães, Boge e Fichtel & Sachs. 1997, assiste à renomeação da Fichtel & Sachs AG para Mannesmann Sachs AG.

Ainda nesse ano, a Sachs torna-se fornecedor oficial da equipa de Fórmula 1 da Ferrari, e concentra os seus negócios no sector automóvel, vendendo as suas actividades do sector das bicicletas (nos primeiros tempos de actividade da Fichtel & Sachs, a companhia fabricava rolamentos e cubos de roda para bicicletas) à Sram Corp., ao mesmo tempo que termina as suas actividades relacionadas com as motos. O ano 2000 e seguintes são de sucesso desportivo para a companhia: a Ferrari e Michael Schumacher ganham o campeonato do mundo de Fórmula 1, com amortecedores Sachs. No ano seguinte, a Comissão da União Europeia autorizou a aquisição da Mannesmann Sachs pela ZF Friedrichshafen AG. Pouco depois, a companhia muda o nome de Mannesmann Sachs AG para ZF Sachs AG. 

Textos: João Lima e Sachs | Foto: Sachs


Quem Somos   |   Contactos   |   Publicidade   |   MKT Empresas   |   Condições Legais