newsletter

Receba gratuitamente e em 1ª mão as notícias do aftermarket automóvel! 



Lubrificantes Motor > Fina


Destaque
Fina First 0W40
 

O Fina First 0W40 é um lubri¬ficante 100% sintético de última gera¬ção, que proporciona uma economia de combustível que pode ir até aos 8%. Forma uma película lubrificante nas zonas críticas do motor de uma forma muito mais rápida que um lubrifi¬cante com um grau SAE superior. Por isso, oferece uma elevada protecção desde o arranque, mesmo a baixas temperaturas. Está especial¬mente indicado para motores sobrealimentados, multiválvulas e com sistemas de injecção directa, tanto a gasolina como a Diesel. Alia a economia de combustível a uma maior protecção do meio ambiente, originada pela maior longevidade do catalisador.

Gama
Veículos Ligeiros
 

 

B

M

SAE

API

ACEA

First

S

GD

0W30

 

 

First

S

GD

0W40

SJ/CF

A3/B3

First

S

GD

5W40

SJ/CF

A3/B3/B4

First

S

GD

5W50

SJ

 

Excel

SS

GD

10W40

SJ/CF

A3/B3

Excel

 

GD

15W50

SJ/CF

A3/B3

Delta Eco

S

GD

5W30

 

A1/B1

Delta Superior

M

G

15W40

SL/CF

A2/B2

Delta 505.01

 

 

 

 

A3/B3

Fina FE 

 

 

5W30

 

 

B = Bases : S - Sintético | SS - Semi-Sintético | M - Mineral
M = Motor : G - Gasolina | D - Diesel

Gama
Veículos Pesados
 

 

B

M

SAE

API

ACEA

Kappa Ultra

SS

D

10W40

CF

E4

Kappa Optima

 

D

15W40

CH-4

E5

Kappa Extra Plus (SHPD)

 

D

15W40

 

 

Kappa Supra

M

D

15W40

CG-4/SJ

E2/B2/A2

Kappa TDE

 

GD

15W40

CF/SF

E1

Gama
Motos
 

 

B

M

SAE

API

ACEA

JASO

Ultramix Syn (2T)

S

G

 

TC

 

 

Supramix (2T)

SS

G

 

TC

 

 

Finamix SM (2T)

SS

G

 

TB

 

FC

Biker Special 4T

SS

G

10W40

SJ

A3

 

ACERCA DA FINA
 

A marca Fina pertence à Total, uma companhia energética multinacional, líder de mercado, com mais de 110 mil funcionários e operações em mais de 130 países. Em conjunto com as suas subsidiárias e afiliadas, a Total é a quarta maior companhia petrolífera e de gás do mundo. Os seus negócios cobrem todos os patamares do petróleo e do gás, desde a exploração e produção de petróleo e gás natural, às etapas a jusante. A Total também é um fabricante de classe mundial de produtos químicos.

Os negócios globais da Total estão divididos em três segmentos: A montante engloba as operações de Exploração e Produção de petróleo e gás natural, em conjunto com as actividades de Gás e Energia. A Jusante, cobre o Comércio e Embarque, Refinaria e o Marketing das marcas de produtos de petróleo Total, Elf, Fina e Elan, combustíveis para automóveis e outros meios, e especialidades tais como GPL, combustível para a aviação e lubrificantes. A Total é nº 1 da Europa na refinaria e comércio e nº 2 em África. Gere uma rede de quase 16 mil estações de serviço, a maioria na Europa e África, sob as marcas Total e Elf, sendo aproximadamente 50% detidas pela companhia. A Total comercializa os seus lubrificantes em 140 países e distribui combustível para aviões em 550 aeroportos. O outro segmento de negócio da Total é o dos Químicos.

A nova Total foi criada através de duas fusões sucessivas, a primeira quando, em 1999, a antiga Total fundiu-se com a companhia belga de petróleo Petrofina, para formar a TotalFina, e a segunda quando, em 2000, a TotalFina fundiu-se com a companhia francesa de petróleo, Elf Aquitaine, para criar a TotalFinaElf, a quinta companhia petrolífera mundial e a terceira companhia europeia. Objectivo: criar um líder petrolífero mundial, um grupo mais vasto, mais sólido, mais competitivo, e capaz de ombrear com os outros gigantes do sector. A nova companhia reflecte a herança petrolífera e de gás Franco-Belga, de prestígio, cuja origem data dos anos 20. O ano de 2003, é marcado pela alteração do nome do grupo de TotalFinaElf, para Total. Criação, em simultâneo, de um novo logótipo, que congrega as cores da Total, da Fina e da Elf.

A Petrofina nasceu em 1920, quando a Compagnie Financière Belge des Pétroles (Companhia Petrolífera Finaceira Belga), Petrofina, é fundada por um grupo de investidores de Antuérpia. Nos anos 50 assiste-se ao crescimento da Petrofina em todo o mundo, tendo a companhia embarcado na exploração e produção de petróleo e conseguindo importantes descobertas no México, Canada, Angola e Egipto. 1991 fica marcado pela construção de uma nova fábrica de lubrificantes em Ertvelde, pela Fina Europe. Esta unidade de alta tecnologia passa a representar o núcleo da produção e vendas de produtos Fina mundialmente reconhecidos.

Textos: João Lima e Fina


Quem Somos   |   Contactos   |   Publicidade   |   MKT Empresas   |   Condições Legais