newsletter

Receba gratuitamente e em 1ª mão as notícias do aftermarket automóvel! 



Alinhamento da Direcção

29 Julho 2009

Um mau alinhamento da direcção faz com que as rodas não se dirijam no mesmo sentido, sendo uma das formas mais importantes do aumento dos custos operacionais.

Os problemas que advêm de um mau alinhamento da direcção são:

• Desgaste prematuro dos pneumáticos
Uma má geometria é causa de desgaste prematuro dos pneumáticos. 1 mm de desarranjo do paralelismo de uma roda provoca 7% de perda de rendimento quilométrico do pneumático.

• Aumento do consumo de carburante devido ao aumento da resistência ao avanço
42% do consumo de carburante é absorvido pela resistência ao avanço do veículo (não confundir com o coeficiente de penetração ao ar – CX). O alinhamento da direcção influencia determinantemente essa resistência ao avanço.

• Mau comportamento na estrada do veículo
O comportamento na estrada de um veículo, a segurança e o conforto do condutor, dependem do alinhamento das rodas.

• Fatiga do condutor
Um mau alinhamento das rodas vai perturbar o comportamento do veículo, sendo necessário um esforço suplementar e continuado para o seu domínio.

• Fatiga dos componentes mecânicos
Quando todas as rodas não são paralelas entre si, as peças da direcção e da suspensão desgastam-se prematuramente.

Recomenda-se a verificação do alinhamento da direcção uma ou duas vezes por ano como medida de manutenção preventiva, a fim de evitar despesas suplementares de exploração do veículo. Uma medida que assume um carácter ainda mais importante nos veículos pesados: estima-se que cerca de 70% dos camiões com eixos duplos circulam desalinhados, levando ao arrastamento de dez rodas em simultâneo.

Texto: João Lima e Provac | Foto: Hunter
 




Alinhamento da direcção
Quem Somos   |   Contactos   |   Publicidade   |   MKT Empresas   |   Condições Legais